A Gatinha Esquisita (2013) de Ramon Zürcher

A Gatinha Esquisita (2013) de Ramon Zürcher

Matéria e memória. Zürcher filma o que emana de cada interação entre os elementos em cena.

Ação e reação compõem um histórico figural para cada elemento. Cada um destes tem sua história para contar, tanto os personagens quanto os animais e os objetos. O espírito da matéria se forma a partir das memórias.

Um exercício de observação cosmológica que exige um olhar atento de quem está envolvido nesta ordem (nós, espectadores, estamos incluídos). Apenas dois elementos não acompanham este fluxo. A mãe, que aparenta ter perdido o gosto pelas interações, não consegue observar o jogo de ação e reação além da ordem do cotidiano. E o gato, que tem sua própria ordem. Mais do que puro instinto, é pura intuição, age sem guiar-se pelas memórias construídas. Ele é estranho mesmo.

por Gabriel Linhares Falcão

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s