Muito Riso e Muita Alegria (1981) de Peter Bogdanovich

Muito Riso e Muita Alegria (1981) de Peter Bogdanovich

Dentre os muitos méritos do filme o que mais me encanta é como Bogdanovich faz nos questionarmos se a comédia screwball mais fechadinha teve roteiro prévio ou se foi um amontoado de improvisações. O real como um espaço de fabulação, movimentos e expressões naturais documentadas pela câmera, desvios dramáticos constantes; na teoria como um filme do Rivette sintetizado para a indústria americana. 

O chefe cobra relatório dos detetives como um roteirista que cobra uma história, como um produtor preocupado com o dinheiro e dá coordenadas para seus agentes – pelo menos tenta – como um diretor encarando o descontrole do real. Que bom que ninguém entregou o maldito relatório.

por Gabriel Linhares Falcão

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s