Threnody (2004) de Nathaniel Dorsky

Threnody (2004) de Nathaniel Dorsky

A filmografia de Brakhage sintetizada em 25 minutos. O cinema de Dorsky é síntese. Fragmentos tão concentrados que são livres de lógicas externas do todo; independentes e coerentes por si só. A ligação se faz da unidade para o conjunto.

Aqui vemos muito de Brakhage: as crianças e seus olhares para o mundo, a estrela que tudo ilumina, a busca do homem com sua câmera por um procedimento nos fenômenos do real, o mistério encantador da escuridão, os movimentos como desafios as capacidades do olho humano,…

Brakhage sempre clamou pela escuridão como um elemento tão importante quanto qualquer outro, e é ela que, rasgando os planos de Dorsky, documenta a ausência do amigo no mundo.

por Gabriel Linhares Falcão

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s