India (2005) de Ute Aurand

Filme mais sorridente de Aurand.

A diretora é bem-vinda por todos que filma (mais do que isso, revela sorrisos que só são possíveis diante de sua câmera-olho) e sempre está confortável, e é confortada, nos espaços que observa. Não consigo pensar em outro artista que alcance isso. Ela tem muita intimidade com o mundo.

Nos filmes de Aurand, a própria se funde ao documento, criando uma energia processada na reciprocidade. Ela é interativa sem mesmo aparecer; sua presença é perceptível pois dividimos com ela o olhar. Tudo é motivo de alegria diante da câmera de Aurand.

Ó Índia que fascinou tantos gigantes…

por Gabriel Linhares Falcão

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s